ESPAÇO CATÁRTICO por Eline Deccache Maia


MUDANÇA

 

A vida é dinâmica, mesmo quando parece estar congelada. Muitas vezes temos a sensação de que vivemos um marasmo e que nada vai mudar. De repente a vida dá um salto desarrumando tudo, fazendo novas configurações. Ficamos com uma sensação de desequilíbrio, de vertigem. É que na maior parte do tempo não prestamos atenção aos sinais, muitas vezes sutis, outras não, de que a mudança está sendo processada. Os sinais podem vir na forma física, nas palpitações que sentimos sem identificar o motivo, levando-nos a pensar: por que estou com taquicardia? Por que meu sono está inquieto? E muitas outras sensações similares. Essas manifestações fisiológicas, quando não proporcionadas por um problema orgânico concreto, podem ser detonadas por um inconformismo inconsciente de situações que vivemos. Um emprego que nos faz engolir alguns sapos; um relacionamento que não nos satisfaz mais etc etc. Nosso organismo, ao ter essas reações, nos sinaliza a necessidade de mudança. Nosso corpo nos avisa, embora muitas vezes não entendamos seus códigos. Vamos ao médico, realizamos exames e saímos aliviados quando os resultados são negativos. Relaxamos e continuamos a viver e conviver com essas sensações incômodas. Passa-se o tempo e com ele vem uma avalanche que reviravolta tudo. Esse terremoto, muitas vezes vistos como hecatombes particulares, não é dada pela natureza, são as nossas “placas tectônicas psíquicas”   que se mexem, rearrumando as coisas. Muitos ficam imobilizados com esse fenômeno. Outros aproveitam para reorganizar a vida de outro modo e, de repente, não mais que de repente, a taquicardia se vai, a angústia desaparece. A vida se tranquiliza. Até quando? Que importa, a vida é isso: movimento!

 



Escrito por Deccache às 11h33
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher
Histórico
Outros sites
  Blog do professor Lúcio
  Rede Nacional de Educação e Ciência
Votação
  Dê uma nota para meu blog