ESPAÇO CATÁRTICO por Eline Deccache Maia


O QUE TE FAZ FELIZ?

Ontem saiu a seguinte matéria no site do UOL “Autoconhecimento pode não trazer felicidade, diz psiquiatra”, redigida pelo psiquiatra Richard Friedman. No texto o autor fala de suas experiências como terapeuta, dizendo que nem sempre o recurso da introspecção gera benefícios ao paciente, podendo, inclusive, levá-lo à angustia; em outras ocasiões o autoconhecimento pode  gerar libertações de amarras que sufocam, como foi o caso de um paciente dele que escolheu uma profissão por imposição do pai e, quando isto ficou claro, resolveu buscar fazer o que de fato gostava, superando a fonte de sua insatisfação. Richard Friedman constata, portanto, que o terapeuta deve estar atento a essas reações e adaptar sua abordagem de acordo com cada paciente.

O  que mais me chamou atenção no artigo, entretanto, foi o seu final. Nas próprias palavras do autor: “Percebi, então, que sou muito bom em tratar a tristeza clínica com remédios e terapia, mas que trazer felicidade é algo além. Talvez a felicidade seja um pouco como a autoestima: as duas requerem esforço. Pois, até onde eu sei, é impossível obter uma infusão de qualquer uma delas com um terapeuta.”

Essa pista sobre a felicidade  vai ao encontro com o que penso: que no final das contas ser feliz é uma escolha que requer esforço e trabalho constantes. Ninguém é feliz 24 horas, as vezes a felicidade vem de tempos em tempos, mas a busca da felicidade pode ser uma perspectiva de vida, que requer um conhecimento mínimo das fontes que nos trazem felicidade...sem querer contradizer o que foi escrito até aqui, mas já contradizendo,  uma dose de autoconhecimento pode ser de grande valia para nos auxiliar na detecção daquilo que gera felicidade para cada um. E mais, que a felicidade tem muitas faces e que o estereótipo  que fazemos da pessoa feliz pode ser artificial para uma grande maioria. Impor um modelo de felicidade pode ser uma grande armadilha que leva à infelicidade. Resta a tarefa, nem sempre fácil, de descobrirmos nossos próprios modelos.


 



Escrito por Deccache às 15h10
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 
Meu perfil
BRASIL, Sudeste, RIO DE JANEIRO, Mulher
Histórico
Outros sites
  Blog do professor Lúcio
  Rede Nacional de Educação e Ciência
Votação
  Dê uma nota para meu blog